quinta-feira, 28 de maio de 2009

Piano na Luz


Blá,blá,blá....não tenho produzido muita coisa (nada para ser mais sincera) e essa falta de energia se deve ao cansaço e sono que tenho sentido em decorrência da gravidez.Até pensar cansa.Estou sofrendo de "Caimbra cerebral" rs.
Bom,tenho um novo conto em mente,mas só de pensar em todo o desenvolvimento da estória,detalhes,nossa,me dá um cansaço enorme.Por isso resolvi postar sobre algo que me chamou atenção em meio às notícias cotidianas,que em sua maioreia são catastróficas e deprimentes: Piano na Luz.
Fiquei emocionada com a reportagem na tv que também pode ser lida no site http://www.estadao.com.br/arteelazer/not_art377721,0.htm.Em homenagem aos 17 anos da CPTM,foi colocado na Estação da Luz um piano de cauda para ser tocado por quem quisesse e entre os usuários dos trens,pessoas completamente anônimas,estavam alguns talentos que foram descobertos e poderão ser apreciados num cd que será lançado com as músicas tocadas lá mesmo na estação.
Em meio à tanto cinza e tantas notícias de violência,uma reportagem dessas acalma a alma.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

There's no place like home!


Eu não poderia deixar de postar uma das minhas grandes descobertas!rs...Acho que "O Mágico de Oz" é uma das estórias mais citadas em filmes que já vi!Claro que quando se assiste muito filme como eu,você acaba percebendo as referências de vários outros.Morro de vontade de assistir Casablanca e Dr. Jivago só pelo número que os mesmos foram citados em outros filmes."Amelie Poulin" também não fica atrás...infuencia uma séria de comerciais também.Mas nada se compara à estória daquela menina do Kansas.Sem exagero,acho que TODOS os filmes que assisti recentemente fazem alguma referência à estória da Dorothy e sua estrada de tijolos amarelos.Frases como "Não há lugar como nosso lar",menções à estrada de tijolos amarelos ou mesmo a simples presença de "Somewhere over the Rainbow" na trilha sonora.
Lembro que minhas amigas costumavam tirar sarro de mim dizendo que "Alice no país das maravilhas" e "O mágico de Oz" eram filmes pra gente doida ou que toma LSD.A verdade é que ambos tem uma mensagem simples e verdadeira .Até o Pink Floyd tem os personagens do filme estampados numa capa de um de seus CDs.
Eu sou suspeita pra falar,pois sou fã incondicional...
Só para citar alguns dos exemplos recentes,nesse final de semana levei meu sobrinho para assistir "Uma noite no Museu 2" e só nesse filme foram 2 menções:a primeira qdo Owen Wilson cita a célebre frase "Não há lugar como nosso lar" e a segunda qdo o faraó encontra um par de sapatos vermelhos brilhantes e diz decepcionado que os mesmos não seriam cobertos de rubis.No filme "Austrália" a referência é mais forte e "Somewhere over the Rainbow" passa a ser até umas das músicas tema.Claro que são coisas sutis que para quem nunca assistiu não faz diferença alguma no filme,mas eu como cinéfila assumida,fico feliz de perceber que um dos meus filmes favoritos tenha influenciado tantos diretores atuais.
Adoro perceber que "Harry e Sally" por exemplo é usado como referência para quase toda comédia romântica que existe.Não que isso seja relevante para qualquer outra pessoa...é para mim.É muito bom pensar na próxima vez que alguém falar mal do Mágico de Oz eu vou poder dizer à pessoa que dobre a língua antes de falar qualquer coisa...se fosse assim tão ruim,não seria tão citado,não é verdade?

quinta-feira, 21 de maio de 2009

ME IRRITA PROFUNDAMENTE!


Essa é a minha frase.Todos temos uma frase que usamos com mais frequência que outras e a minha é essa.Sou um ser irritável.
Nada tem me irritado mais do que o trânsito em Santos.Pior a cada dia,afinal,o número de carros não pára de aumentar e vale lembrar que vivemos em uma ilha.Tenho medo de imaginar o próximo verão...ter que sair de casa com horas de antecedência e rezar para achar uma vaga onde quer que eu vá.
O fato é que me sinto como se eu fosse a única que tivesse tirado minha carta nesse universo....no código de trânsito que vigora no país,até onde eu sei,se você está na via preferencial,quem vem de uma via secundária tem que esperar até conseguir entrar....também ouvi dizer que antes de virar é bom dar seta,mas sei lá,de repente eu estou louca.Tenho a impressão que ficar buzinando para o caminhão de lixo também não irá fazer com que o mesmo saia voando...Ai,ai...poderia ficar horas falando das barbaridades que tenho visto e ainda assim eu sei que os barbeiros gritariam comigo,me chamariam de dona Maria e me mandariam voltar para o tanque.Sei que não adianta discutir com que está errado e tem certeza que está certo...eu também perco a paciência com os ciclistas kamikazes,pedestres que se atiram na frente do carro e às vezes grito,xingo mesmo....Não dá pra controlar...Onde vamos parar?
O desenho do Pateta feito nos anos 50-Motor Mania - nunca foi tão atual.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Crazy Dreams


"I had a dream. Crazy dream
Anything I wanted to know, any place I needed to go "


Eu tinha combinado comigo mesma que não iria postar assuntos relativos à minha gravidez pelo simples fato de que não há nada novo que eu possa falar que já não tenha sido falado de alguma forma super piégas em algum outro lugar.Gravidez é mesmo algo mágico,me sinto especial e tal...mas até ai,não é novidade.
A novidade são os sonhos.Não tenho conseguido escrever porque obviamente meu foco está completamente voltado para o fato de que tem uma pessoinha crescendo aqui dentro e todo o resto não parece ser tão importante,nem mesmo escrever.No entanto,notei que meus sonhos tem estado muito diferentes e de certo deve ser por conta dessas mudanças hormonais....ninguém nunca comentou comigo sobre algo parecido.O fato é que começaram como pesadelos,nada relacionado à gravidez,pesadelos extremamente vívidos,daqueles que te fazem acordar chorando,com medo...muito reais mesmo.
De uns dias pra cá,não são mais pesadelos,mas são igualmente reais...eu acordo e fico completamente perdida,sem saber se o que estava acontecendo era real ou não.Vou tentar descobrir a relação dos sonhos com a gravidez.
Apesar de perturbadores,eu espero que alguma estória saia de algum deles.Por enquanto não tive nenhum sobre o qual valesse a pena escrever....vou continuar sonhando.